Tratamento cirúrgico para o diabetes

Postado por
Diabetes

Nesta quinta-feira (07), o Conselho Federal de Medicina (CFM) publicou a resolução Número 2.172/2017, que traz novas regras e ampliam a indicação da cirurgia metabólica para o tratamento de pacientes com diabetes.

“A partir de agora, o procedimento está normatizado pelo CFM”, afirma o presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM), Caetano Marchesini. Caetano lembrou que a diabetes tipo 2 está diretamente associada à obesidade. “Cerca de 9% da população brasileira convive com o diabetes.

São mais de 14,3 milhões de pessoas que poderão ter a cirurgia metabólica como opção terapêutica, caso o tratamento clinico não apresente resultados ”, declarou Marchesini. Além do IMC e da ausência de resposta ao tratamento clínico, outros critérios para a indicação da cirurgia metabólica são a idade mínima de 30 anos e máxima de 70 anos e ter menos de dez anos de diagnóstico de diabetes.

A Cirurgia Metabólica poderá ser indicada para o tratamento de pacientes que possuem diabetes mellitus Tipo 2 (DM2), com Índice de Massa Corporal entre 30 Kg/m2 a 35 Kg/m2.

CIRURGIA METABÓLICA X BARIÁTRICA

Na cirurgia metabólica ocorre o mesmo procedimento da cirurgia bariátrica. A diferença entre as duas é que a cirurgia metabólica visa o controle da doença. Já a cirurgia bariátrica tem como objetivo a perda de peso, com as metas para contenção das doenças, como o diabetes e hipertensão, em segundo plano.

De acordo com os estudos analisados, a cirurgia metabólica é segura e apresenta resultados positivos de curto, médio e longo prazos, diminuindo a mortalidade de origem cardiovascular, conforme demonstram estudos prospectivos pareados com mais de 20 anos de seguimento, séries de casos controlados, além de estudos randomizados e controlados.

O ex-presidente da SBCBM, cirurgião Thomas Szego, comemorou a regulamentação da proposta que   representa uma grande conquista para os cirurgiões bariátricos do Brasil. “Esta é uma luta muito longa da SBCBM. Participamos de diversas reuniões – realizadas em São Paulo e Brasília e que incluíram a participação dos endocrinologistas – até chegarmos ao documento final”, disse Szego.

Técnicas – O CFM definiu também que a cirurgia metabólica para pacientes com DM2 se dará, prioritariamente, por bypass gástrico com reconstrução em Y-de-Roux (BGYR). Somente em casos de contraindicação ou desvantagem da BGYR, a gastrectomia vertical (GV) será a opção disponível. Nenhuma outra técnica cirúrgica é reconhecida para o tratamento desses pacientes.

Reconhecimento – Em 2011, a International Federation of Diabetes (IFD) introduziu a cirurgia metabólica nos algoritmos de tratamento de diabetes mellitus tipo 2 como alternativa para pacientes com IMC entre 30 kg/m2 e 35 kg/m2 desde que a doença não tenha sido controlada apesar de tratamento medicamentoso otimizado e associada a fatores de risco para doença cardiovascular.

Nos anos de 2013 e 2014, a American Society for Metabolic and Bariatric Surgery (ASMBS) e a International Federation for the Surgery of Obesity and Metabolic Disorders (IFSO), respectivamente, recomendaram a cirurgia para pacientes com diabetes, sem controle da doença após tratamento clínico e mudança no estilo de vida.

O National Institute for Health and Care Excellence (NICE) passou a recomendar, em 2014, o tratamento cirúrgico para pacientes com mesmo perfil desde que o diagnóstico da doença seja inferior a 10 anos.

Procedimentos para Restringir a Entrada de Alimento no Estômago: Clique Aqui! 

Por fim, em 2016, 49 associações médicas de diferentes países revisaram as recomendações para o tratamento da diabetes e reconheceram a cirurgia metabólica como opção para o tratamento de diabetes e inadequado controle glicêmico após tratamento clínico.

A Gastrobese conta com especialidades de Cirurgia Bariátrica, Cirurgia do Aparelho Digestivo, Gastroenterologia, Coloproctologia, Endocrinologia, Nutrologia, além de Fisioterapia, Nutrição, Psicologia e na área da Odontologia, contamos com especialista em ortodontia facial, além de uma equipe de colaboradores.


Siga-nos nas redes sociais:

Instagram: https://www.instagram.com/gastrobese/
Facebook: https://www.facebook.com/gastrobese

A Clínica Gastrobese iniciou suas atividades em 1999 quando o Dr. Carlos Augusto S. Madalosso realizou o primeiro procedimento bariátrico na era do by-pass Gástrico (BPG), sendo realizada por acesso aberto em 27 de outubro de 1999.

Atualmente a Gastrobese conta com 08 profissionais médicos que atendem as especialidades de Cirurgia Bariátrica, Cirurgia do Aparelho Digestivo, Gastroenterologia, Coloproctologia, Endocrinologia, Nutrologia, além de Fisioterapia, Nutrição, Psicologia e na área da Odontologia, contamos com especialista em ortodontia facial, além de uma equipe de colaboradores.

Conheça a Clínica Gastrobese!

Tags:
gastrobese, clinica gastobese, cirurgia bariátrica, cirurgia metabólica, balão intra-gastrico, sleeve bariátrico, perda de peso, ganho de peso, reganho de peso, acima do peso, estou gordo, estou gorda, obesidade, obesidade mórbida, abaixo do peso, grelina, cirugia do estomago, estomago, carlos madalosso, madalosso, passo fundo, cirurgia para obesidade, ficar magro, fiquei gordo

#clinicagastobese #cirurgiametabólica #balãointragastrico #sleevebariátrico #reganhodepeso #obesidade #obesidademórbida #grelina #cirugiadoestomago #carlosmadalosso #cirurgiadeobesidade

Deixe um comentário